O que relembrei com Sri Prem Baba. - Juliana Infurna

Blog Posts

O que relembrei com Sri Prem Baba.

Neste texto compartilho um pouco do conhecimento que absorvi e relembrei junto ao mestre Sri Prem Baba no seu workshop “Para que nascemos?” em São Paulo. De acordo com ele, o dharma da humanidade é amar e o amor se expressará de forma única e particular em cada ser humano. Como o amor se expressa através de você?

O que nos impede de exercer nosso dharma são camadas de desamor, que podem se constituir em mágoas, ressentimentos e medos. Se faz necessário se livrar das camadas e camadas de desamor para relembrar o que você veio fazer aqui, porque a alma possui o seu programa.
O que impede você de reconhecer o seu dharma?

Ficou ainda mais claro para mim que o propósito de vida se encontra no caminho rumo ao equilibro e rumo à satisfação das nossas emoções ao nos livrarmos daquilo que não nos serve; que se encontra no mergulho profundo interno, no reencontro com nossa essência através do silêncio e das lembranças de nossa infância pois quando criança, éramos conectadas com nossa intuição e conhecíamos o programa de nossa alma. “A criança tem uma visão do propósito, no mínimo uma indicação do programa da alma, permeado talvez de fantasias e ficções da própria idade” Sri Prem Baba

Quem você queria ser quando criança? Quais eram suas brincadeiras preferidas? O que elas indicam a você hoje? “A consciência do propósito é o entusiasmo da vida” Sri Prem Baba

Mergulhe profundamente em si mesmo, em sua criança interior, sua história e encontrarás aquilo que o impede de amar e de expressar esse amor, de realizar seu dharma, seu propósito e despertar a sua melhor versão.

Ainda no que tange à humanidade e à busca rumo ao dharma, Sri Prem Baba fez uma bela analogia à história de Jonas do Velho Testamento, quando Jonas, ofuscado por seus ressentimentos, ignora sua intuição e a direção divina (tão cobiçada por ele) de se direcionar à cidade de Nívine para realizar seu dharma. Jonas então viaja rumo à uma cidade contrária, adormece em sono profundo no porão do navio, quando é lançado ao mar pela tripulação após terem sido atingidos por uma violenta tempestade, a qual atribuíram ao então hóspede a bordo. “Dormimos ou amortecemos quando nos sentimos impotentes de seguir nossa intuição” “O que te impede de reconhecer a sua Nínive?” Sri Prem Baba

Mas a alma caminha rumo à construção de si mesma e isso nos impede de amortecer para sempre. Assim como Jonas, por conta das camadas de desamor, rompemos o canal com a nossa intuição e passamos a viver prostrados, buscando nos ajustar a uma vida desgostosa e nos anestesiando com prazeres superficiais e prejudiciais. “A maioria desperta através da fricção” Sri Prem Baba

Com sorte, haverão fricções para eles que ainda dormem, como Jonas, no porão do navio. Seja uma doença, uma gravidez inesperada (meu caso), a perda de um emprego, o término de uma relação, a morte de um ente amado ou um vigoroso retorno de Saturno (também meu caso). Existe uma força que se move em direção à evolução do programa da alma, à construção de si mesmo e isso acontecerá eventualmente.

É possível despertar para o dharma sem fricções? Sim, mas sabemos que é difícil. Diria eu que a chave mestra reside no caminho rumo ao autoconhecimento e sabemos que muita coragem é requerida para pegar essa estrada. Só assim removeremos as camadas de desamor. “Só conseguimos remover algo do nosso caminho se o enxergarmos” Sri Prem Baba

Gratidão eterna à esse guruji que, em dois dias, ajudou milhares de almas a reencontrarem seus caminhos, com intensos e muitas vezes dolorosos mergulhos em suas psiques rumo ao amor, pois só esse realmente importa.

Com mergulhos corajosos e profundos em suas sombras, poderá haver a iluminação para o que buscas, a autorealização amorosa, seu dharma, o seu propósito de vida. Transmutando dor em amor, que assim sempre seja, rumo à sua, minha, nossa melhor versão

 

Convido você a fazer parte da minha lista interna de leitores. Basta cadastrar o seu e-mail no formulário abaixo.

* indicates required



Abraços e até a próxima!

“O segredo está no movimento”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: