Devaneios de Bonito. - Juliana Infurna

Blog Posts

Devaneios de Bonito.

Na dúvida, silencie-se. Busque anular a mente pois ela muitas vezes nos assola com medos infundados que terminam por ofuscar os valiosos direcionamentos que o seu coração (sua bússola), discretamente, porém, incessantemente, sopra de dentro de ti.
Ao sentir-se inundado pelo prazer do silêncio e de sua própria companhia, questione sua alma: “Qual o próximo passo?”. A resposta virá, seja através de uma intuição, um sinal… esteja atento. Você sempre soube as respostas… mas seu coração estará sempre ali disposto à confirmá-las no intuito de encorajá-lo a, enfim, seguir o caminho guiado por ele.

Em determinados momentos da vida, onde nossa esfera de ação torna-se limitada, é necessário simplesmente entregar as resoluções para o universo.
Se não há o que fazer, não há o que se estressar, não há o que temer… economize energias, contenha a ansiedade, se ancore, mantenha a fé, entregue e aceite o que vier.
Confie que o que tiver que ser, será, e que o que for, será o melhor que tinha por vir 💙

Você está nadando num mar de paz e equilíbrio quando de repente, você é surpreendido por uma onda violenta chamada “o outro”, que te tira do eixo, te vira ao contrário, te apaixona, te faz sofrer, que desperta o melhor ou o pior de ti.
O relacionar com o outro traz consigo preciosas oportunidades de auto cura, pois o outro é meramente um reflexo de ti mesmo.
O outro aparece em sua vida para lhe ensinar sobre você mesmo. Talvez para trazer à luz o que ainda precisa ser trabalhado em você ou talvez para lhe ajudar a alcançar o seu próximo nível.
Antes de embarcar nas emoções, boas ou ruins, questione a si mesmo o motivo pelo qual aquela pessoa lhe afeta. Sua alma sabe 😊
Se for mergulhar nas emoções, que o faça com consciência ❤
Sempre 🙏

Quando olho para o céu…
Revivo a sensação de pertencimento ao todo.
Meu corpo relaxa, minha mente aos poucos se esvai e minha alma se expande.
Os problemas desta existência se tornam pequenos pois me recordo de que tudo é transitório, inclusive esta vida.
A fadiga mental desaparece dando espaço para a criatividade inata.
Me dissocio da forma e entro em contato com o real significado da minha existência e do meu propósito de vida.
Observo e sou acolhida pelos céus todos os dias e noites… pois em meio à essa imensidão, meu ego se torna pequeno, minha alga grande e tudo faz sentido. Essencial em nossas vidas.

Somos capazes de passar anos, décadas ou mesmo vidas agarrados em padrões que não nos servem mais. Encontramos muros em nossa jornada a serem quebrados, mas damos a volta neles, andamos em círculos, cegos por medos e preocupações que muitas vezes não passam de ilusões, irreais.
Seu coração sabe a hora de quebrar o muro, a hora de romper. Se a decisão for consciente e com base no amor, não há o que temer. Use a energia da coragem a seu favor quando o ímpeto surgir. Não permita que a mente jogue água fria no fogo que se inicia.
Importante discernir que, algo precisa morrer para o novo surgir. Dói, é triste e desconfortável, é inseguro… pois não sabemos o que haverá além do muro. Mas assim é a vida, ou convivemos com o medo e seguimos ou não vivemos.
É chegada a hora de arriscar e de enfim quebrar o muro que impede a sua passagem, reúna as ferramentas, se o muro for alto e grande demais, peça ajuda, mas siga em frente, mantenha a fé de que tudo ficará bem 💙

A vida é um processo de cura, que ao meu ver é continuo e talvez eterno? Me considero uma mergulhadora profunda das emoções e quanto mais camadas de dor transmuto em amor, mais camadas aparecem a serem retiradas e transformadas.
Quando penso estar desnuda, a vida me mostra o quão vulnerável sou aos aprendizados desta existência.
Existe uma exímia beleza e até alívio em nossa imperfeição.
A vida ensinou a esta virginiana sisuda que: quando abraçamos nossa vulnerabilidade, a vida se torna mais leve e até divertida. Que sejamos abençoados dia após dia com a consciência de que temos toda a eternidade para nos recriarmos e retornar ao amor. Amém 💚🍃

Me despeço da região de Bonito e Pantanal, região que abriga verdadeiras obras de arte naturais. Impossível não se dar conta da consciência divina ao seu redor, impossível não se aterrar e se conectar com seus elos mais fortes, impossível não se apaixonar ainda mais pela vida.
Gratidão às florestas, às árvores que tanto me escutaram, aos rios de água de doce que me acolheram, e que dia após dia, me mostravam que todos os obstáculos podem ser atravessados com fluidez. Tudo tem o seu tempo, seu lugar, seu perfeito encaixe nesta existência.
Pachamama 💙

2 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: